terça-feira, 17 de maio de 2011

Orientação aos idosos

Com o aumento das ações de estelionatários na região, as agências bancárias de Taquaritinga trabalham com o alerta ligado. As tentativas de golpes e os casos em que os bandidos conseguem seu intento se avolumam ao mesmo tempo em que os bancos voltaram a ser alvos preferenciais dos criminosos. Na semana passada, foi a vez de os terminais eletrônicos do Santander, na Rua Prudente de Morais, serem atacados durante a madrugada.
Na mira dos golpistas também estão os idosos, as vítimas mais recorrentes. Geralmente, essa faixa etária é pouco afeita a modernidades tecnológicas e, na maioria das vezes, segue vivendo como se estivesse na época em que a desonestidade estava escancarada no rosto dos vilões.
O inimigo ataca por todos os lados, de telefonemas anunciando sequestros inexistentes, ou pedindo ajuda a instituições fantasmas, a abordagens com o velho conto do bilhete premiado. Também são comuns as ações na boca de caixas eletrônicos.
Diante de tantas maneiras de enganar, é preciso repassar as orientações sobretudo aos idosos mais indefesos a esse tipo de gente. Também é necessária muita atenção aos empréstimos consignados com desconto na aposentadoria, modalidade na qual muitas vezes o espertalhão é um parente próximo.
EDITORIAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário